05 Estratégias Simples De
Organização Para
Quem Tem TDAH
Parte 1

Olá, queridas!

Hoje irei falar sobre um assunto que para muitas pessoas é desconhecido: TDAH ou Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade.

Todo mundo pode ter dificuldade de permanecer sentado por muito tempo, de prestar atenção ou controlar a impulsividade de vez em quando, não é verdade?

Entretanto, para algumas pessoas, esses problemas são tão profundos e persistentes que eles acabam interferindo em todos os aspectos de suas vidas: casa, escola, relacionamentos sociais e trabalho.

O Transtorno de Déficit de Atenção é uma condição comportamental comum que afeta 11% das crianças em idade escolar. Os sintomas continuam na fase adulta em mais de 3/4 dos casos. TDAH é caracterizado por um crescimento inapropriado dos níveis de desatenção, impulsividade e hiperatividade.

Indivíduos com TDAH podem ser bem sucedidos na vida. Entretanto, sem a identificação e tratamento apropriados, a pessoa pode ter sérias consequências, incluindo fracasso na escola, estresse familiar e rupturas, depressão, problemas de relacionamentos, abuso de substâncias, delinquência, ferimentos acidentais e perda do trabalho.

É de extrema importância que a identificação e o tratamento sejam feitos o  mais cedo possível.

Ao longo da minha trajetória como Personal Organizer, e mais recentemente, como Coach também, deparei-me quase sempre, para não dizer a maioria, com clientes portadores do transtorno. Uns tinham plena consciência dos problemas oriundos do TDAH, e outros apenas suspeitavam.

A maioria dos adultos com TDAH sabe que eles têm maiores dificuldades que as outras pessoas com a organização, o foco e a produtividade. E isso talvez seja uma das maiores dores para eles.

Quando percebem, necessitam desenvolver essa habilidade – a organização -, o mais rápido possível.

Sim, não é impossível aprender como se organizar. Claro, que meu trabalho ajudando a criar um sistema que funcione para cada um, não prescinde da ajuda terapêutica, geralmente, a Terapia Cognitiva Comportamental.

Bem, não vou mais falar sobre o transtorno porque é um assunto longo e merece um capítulo à parte.

A minha intenção aqui é levar às pessoas que têm o transtorno e que sofrem muito por isso, estratégias de organização para que tenham uma maior qualidade de vida.

Através da organização e do processo de Coaching, conseguirão desenvolver uma mudança no próprio comportamento, desfrutando assim de mais paz e alegria!


Deseja ter sua casa limpa e organizada? Quer o seu escritório funcionando perfeitamente? Não deixe seu TDAH  se meter no meio do seu caminho!

Provavelmente, você já se deu conta de que colocar a sua vida em ordem é o passo fundamental para alcançar os seus objetivos. Nenhum segredo aqui, certo? Então, por que deixar a bagunça tomar conta da sua casa, do seu trabalho e da sua vida pessoal?

Será que não é uma questão de perfeccionismo? Já que você não consegue tudo perfeitamente organizado, você se torna incapaz de fazer um pouco?

Eis a questão: tamanha perfeição não existe!

O que é mais importante é ter em mente que fazer pequenas mudanças lhe trarão grandes melhorias na sua vida – menos bagunça, menos aborrecimentos e uma maior sensação de tranquilidade e bem estar.

PANORAMA GERAL

1. Estabeleça limites para as TOMADAS DE DECISÕES

Quem tem TDAH pode passar dias agonizando para decidir alguma coisa, diferentemente de outros que fazem isso em minutos. Acelere o processo estabelecendo um período de tempo ou um orçamento .

Por exemplo: Se você estiver escolhendo hotel para passar as férias com a família, coloque um prazo final  e faça a melhor escolha que puder dentro da data.

Se estiver decidindo qual será o seu novo celular, pegue um que esteja dentro do orçamento estipulado e esqueça os mais caros.

Sempre identifique  o fator mais importante a considerar quando for tomar uma decisão, se é o preço, a conveniência, a estética, a praticidade ou qualquer outro aspecto. Foque somente num fator quando considerar a sua decisão.

2. Combata a tendência de se comprometer DEMAIS

Para cada novo compromisso assumido, deixe um antigo. Por exemplo:  Se você concorda em fazer parte de uma nova associação de moradores, é necessário que você não esteja em outra. Caso contrário, você ficará sobrecarregada. É muito comum esse comportamento em quem tem o transtorno: deixar a agenda super apertada!

3. Mantenha uma LISTA DE TAREFAS PEQUENAS

Ao escrever suas tarefas, use letra de forma grande em papel cartão ou post-it e faça uma lista com no máximo 05 “coisas a fazer”. Qualquer outra tarefa, escreva atrás. Uma vez que você tenha terminado as suas 05 tarefa, cheque no verso do cartão o que escreveu e crie uma “nova lista”. Descarte a antiga. Assim, você realizará mais, se sentirá menos frustrada e administrará melhor o seu tempo.

4. Lute contra o FOCO – DISTRAÇÃO

Lance mão de um alarme, no celular ou relógio, timer de cozinha ou alerta no notebook para “despertar” você numa hora determinada. Se você tende a se “perder” por horas em sites de compras, Facebook ou qualquer outra mídia, você precisará desse tipo de ajuda.

5. Tenha alguém para dar  SUPORTE

Pode ser um amigo ou familiar seu, que sente com você quando for realizar as suas tarefas do quotidiano, como checar as finanças do cartão, o extrato bancário, preencher um formulário para emprego via internet ou rever algo que exija mudanças. O seu “parceiro” criará uma atmosfera produtiva, sentado-se silenciosamente ao seu lado, fazendo coisas simples, como descartar papéis ou qualquer outra tarefa que não distraia você.

Bem, essa foi a primeira parte para que você comece a entender que pode mudar seu comportamento para alcançar os seus objetivos, seja ele simples ou complexo.

O seu comprometimento com a sua transformação lhe facultará os resultados desejados.

Estou com você nessa! Mãos à obra agora.

Até o próximo post!

Beijo

Cintia

P.S.: Gostaria muito de ouvir a sua opinião sobre o assunto acima… e vou ficar muito feliz em ler seus pensamentos se você traduzir eles para mim em forma de palavras.

P.S.2.: Se você tem um amigo ou amiga que têm dificuldades para se organizar devido ao TDAH, e não tem a mínima ideia do que fazer, compartilhe esse post para ela, ok?

Obrigada!

Clique aqui para ler a PARTE 2

 

2 Comentários

  1. Boa Noite… Desde a infância enfrento essas dificuldades, hoje a coisa ficou mais difícil porque tem mais responsabilidades e preciso de orientação nesse assunto… não compreendo como me parece tão fácil, sei todos os procedimentos, estudei diversos métodos, mas nenhum consegui manter justamente por não lembrar de olhar depois… e como se todo dia tivesse que começar de novo… as vezes consigo uns dias mas logo volta ao jeito sem planejamento e resolvendo tudo que vai aparecendo… mas ao menos já sei o que é e imaginei que alguém já tinha desenvolvido um método anti sabotagem de si mesmo… 😉

    1. Oi, Glauzo! Tudo bem?
      Muito obrigada por você ter colocado aqui o seu comentário.Muitas pessoas se sentem constrangidas em admitir que passam por dificuldades e acabam perdendo a oportunidade de receberem ajuda. Irei mandar um e-mail para você,ok? Forte abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *